Sábado é dia de mobilização por aumento do benefício LOAS/BCP

Câmara de Vereadores apoia evento da Assistência Social
Sábado é dia de mobilização por aumento do benefício LOAS/BCP

Presidente do Legislativo recebeu a comitiva que promove a mobilização.

Neste sábado, dia 16, o movimento “Eu Empurro Esta Causa” dever reunir centenas de pessoas na Rua Coberta da Praça 1º de Maio. Promovido por familiares com o apoio da Secretaria de Assistência Social do município, o evento tem como objetivo angariar assinaturas para a petição que pede alteração no pagamento do benefício LOAS/BCP.

Atualmente o recurso é pago às famílias com renda inferior a ¼ do salário mínimo dividido por seus integrantes familiares (o que compreende aproximadamente a R$ 238,50 por integrante da família). Em Parobé, cerca de 1.000 pessoas recebem o benefício, entre elas famílias que possuem pessoas com deficiência, além de idosos acima de 65 anos que não contribuíram com a previdência social.

É o caso da jovem Elci Michele Crippa de Oliveira, 31 anos, mãe da pequena Giovana, de dois anos. “O que recebemos hoje não cobre os custos que temos com os tratamentos, medicamentos e cuidados. Precisamos que esta lei seja alterada”, explica.

Giovana nasceu com síndrome de down e cardiopatia congênita, e por isso, precisa de sonda para se alimentar. Faz tratamento com fonoaudióloga na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

A mobilização reivindica que o benefício seja pago a todo deficiente, independente do grau intenso ou muito intenso, com faixa de corte de três salários mínimos por integrante da família; análise especial para casos de doenças raras onde a renda familiar ultrapassa os três salários mínimos (devidos a gastos extras); e em casos de mais de um deficiente em mesmo núcleo familiar, será analisada a concessão de um segundo benefício ou valor de renda complementar proporcional para custeio de gastos.

Apoiando a iniciativa, a presidente da Câmara de Vereadores, Maria Eliane Nunes (MDB), recebeu a comitiva que encabeça o evento, além de colocar na última sessão uma Moção de Apoio ao Movimento. “Nós estamos falando de centenas de famílias que utilizam estes recursos para viabilizar uma melhor qualidade de vida a seus familiares que possuem deficiência. É preciso que as políticas públicas sejam atualizadas para a realidade que vivemos hoje”, destaca a presidente.

Além da mobilização de sábado, a comunidade pode ajudar através da internet, assinando a petição pública. Basta acessar o site https://peticaopublica.com.br/?pi=BR83818.

 Foto: Eduarda Rocha/Assessoria de Comunicação