Projeto estabelece um calendário de podas em Parobé

Sugestão do vereador Antônio Carlos dos Santos (PDT) prevê organização em prol do meio ambiente
Projeto estabelece um calendário de podas em Parobé

Sugestão pretende encaixar podas residenciais com os serviços oferecidos pela Secretaria de Obras

O vereador Antônio Carlos dos Santos (PDT) sugeriu ao Executivo na última semana, a criação do calendário de poda das árvores. A sugestão tem como objetivo seguir exemplos de cidades como Taquara e Campo Bom, que estabeleceram datas para que a população efetue a poda de árvores residenciais com o amparo da Secretaria de Obras na retirada dos resíduos.

A medida também define quais as datas que cada um dos 36 bairros, além da localidade de Santa Cristina do Pinhal, deve realizar a poda de acordo com os serviços oferecidos pela Prefeitura.

Conforme o proponente, a ideia deverá disciplinar a poda de árvores, facilitando o recolhimento dos galhos nas ruas, prevendo as espécies certas para os lugares certos, e estabelecendo medidas de proteção e punição para retirada e poda drástica das árvores com galhos em locais impróprios.

“Pode ser um assunto que muitos não entendem sua importância, mas se trata de algo essencial para todos os municípios. Precisamos que Parobé tenha uma legislação específica sobre arborização urbana e rural, porque já são protegidas por leis federal, estadual e municipal, peço permissão para algumas considerações a respeito”, explicou Santos.

 O vereador ainda destaca que a arborização no âmbito municipal é fundamental e também evita conflitos decorrentes da falta de planejamento adequado entre o poder público e os cidadãos. “As áreas verdes são essenciais para a humanidade e o planejamento urbano, fatores que contribuem para a diminuição da temperatura, poluição, erosão, assoreamento dos rios também, para a valorização da qualidade de vida local”, salienta.  

Foto: Eduarda Rocha/Assessoria de Comunicação