Procura por benefícios assistenciais aumenta em 700%

Comissão especial ouviu representantes do Executivo nesta semana
Procura por benefícios assistenciais aumenta em 700%

: Vereadores seguem coletando dados para mapeamento sobre a crise do município.

Seguindo o processo de verificação de dados para o mapeamento do cenário atual econômico e do impacto da crise do novo cornavírus, a Comissão Especial de Análise do Desemprego, recebeu nesta semana representantes do Executivo Municipal.

Disponibilizando números importantes referentes a oferta de auxílio à comunidade, os integrantes da comissão receberam o prefeito Diego Picucha, vice-prefeito Alex Bora, além do diretor de assistência social Leonei Mello da Silva, e a diretora de saúde Ana Lima.

Durante o encontro, a comissão questionou a respeito das ações da Prefeitura para atender a população neste momento de crise. Entre as principais necessidades apontadas para o desenvolvimento, está o fomento do comércio local e a busca de parcerias no setor privado.

Já no setor de assistência social, os números tiveram aumento significativo desde o início da pandemia. Conforme o vice-prefeito, que responde pela pasta, a procura por benefícios assistenciais cresceu 700%. “O maior número de pessoas possíveis está recebendo atendimento, 95% da população que precisa de auxílio está recebendo apoio da secretaria”, destacou Bora. 

Atualmente a Prefeitura faz a distribuição de cestas básicas na Secretaria de Assistência Social e também pela Secretaria de Educação, utilizando alimentos destinados à merenda escolar. Ao todo, mais de 1.500 cestas básicas já foram distribuídas. “Ainda não estamos no pior momento da crise, por isso pedimos que os vereadores estejam engajados em solicitar emendas parlamentares de custeio para auxiliar nos investimentos em saúde e assistência. Ainda não conseguimos uma estimativa do impacto que teremos na arrecadação”, salientou o prefeito.

Para o presidente da Comissão, Gilberto Gomes (Republicanos), o Legislativo vai elaborar um relatório com sugestões ao Executivo. “Queremos apresentar soluções que diminuam as consequências negativas desta pandemia no município. Inclusive na criação de leis de incentivo ao comércio, estimulando os empresários para que não ocorram demissões”, enfatizou.

Foto: Eduarda Rocha/Assessoria de Comunicação