Parobé aposta em investimentos na agroindústria

Diversificação da economia é um dos objetivos do município
Parobé aposta em investimentos na agroindústria

Leda Ambrozi, Valdir Arnold e o filho, João Vitor, receberam o apoio da EMATER e da secretaria de desenvolvimento rural para a concretização da agroindústria.

No objetivo de fomentar a diversificação da economia e possibilitando o empreendedorismo de quem atua no ambiente rural, Parobé inaugurou a agroindústria “Recanto dos Queijos”. Localizada no interior do município, a propriedade cresceu com o trabalho do casal Leda Ambrozi e Valdir Arnold.

O empreendimento surgiu em 2012 e de lá para cá, já soma o total de R$ 400 mil investidos através de recursos próprios e também oriundos da Consulta Popular. Para que fosse possível se tornar uma agroindústria, o casal recebeu o apoio da EMATER e também da secretaria de Desenvolvimento Rural.

Atualmente a agroindústria produz 200 litros de leite por dia, mas sua capacidade chega a 1.000 litros/dia, o que corresponde a 100kg de queijo. Entre os principais compradores dos produtos esta a Secretaria de Educação, que utiliza iogurte e leite da propriedade na merenda escolar.

Casados há 25 anos e pais de três filhos, Leda e Valdir acreditam na união da família para dar continuidade ao trabalho. Muito emocionados, os dois agradeceram a todos que auxiliaram no desenvolvimento do projeto que culminou na concretização do sonho da família. “Somos uma família unida. Queremos deixar o legado da agricultura familiar”, destacaram.

O município já inaugurou outras duas agroindústrias, sendo uma de doces e rapaduras, e outra voltada à piscicultura. Para a presidente do Legislativo, esta é uma alternativa para a diversificação da economia do município. “Não podemos depender de uma só fonte de arrecadação. É importantíssimo que o município incentive empreendimentos ligados à agricultura familiar e fortaleça as atividades no ambiente rural”, salientou Maria Eliane.

Também neste sentido, o prefeito Irton Feller, relembrou a importância de o município investir na agricultura ainda na década de 1990, durante o auge do setor calçadista. “Muitas pessoas ficavam nos perguntando por qual motivo a administração deveria pensar na agricultura já que o calçado era a principal economia. Pois hoje nós percebemos como foi importante valorizar o setor agrícola e o que ele representa para nossa arrecadação”, salientou. Ainda nos próximos meses acontece a inauguração da Agroindústria Fernandes de panificações.

Foto: Eduarda Rocha/Assessoria de Comunicação