Comissão avalia troca de áreas de terra do município

Dois projetos serão avaliados em Plenário nesta terça-feira
Comissão avalia troca de áreas de terra do município

Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final visitou os locais que são objeto de permuta do município.

Dois projetos de Lei que preveem a permuta de áreas de terra pertencentes ao município, foram avaliados nesta semana pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final.

Ao lado do secretário de Planejamento, Ricardo Juarez dos Santos, os vereadores que integram a comissão, Gilberto Gomes (PRB), Elario Jahn (MDB) e Marcelo Pereira (PDT), visitaram os locais que são objeto de trocas entre a Prefeitura e empresários.

O primeiro deles, de número 032/2019, pretende acabar com um problema antigo de mobilidade no centro da cidade com a abertura do leito da Rua Gustavo Lauck, cruzando as Ruas Emilio Feiten e Jacob Willers. Em troca, o município cede à empresa Cartonagem Saft Ltda, um imóvel localizado na Rua Barão do Rio Branco, bairro Vila Feliz.

“Durante os horários de pico o local fica praticamente intrafegável, pois o fluxo de veículos é enorme na Rua Jacob Willers, para quem utiliza o viaduto de acesso à ERS-239. É um problema antigo, muitos já nos procuraram pedindo que fosse realizado um estudo para a abertura desta via”, destaca o secretario.

Já o projeto 033/2019, permite que o município efetue uma troca de área de terras com a empresa JBP Erlo Participações Ltda. O objetivo do texto é que o Executivo obtenha um local para a instalação de uma escola de educação infantil destinada aos moradores que vivem na região dos bairros de Fazenda Pires, Vila Feliz e Vila Nova.

“A cidade esta se expandindo e não há uma EMEi que atenda as famílias que vivem nestas localidades. Casa populares foram construídas nestas proximidades, o que gera uma demanda na educação infantil”, explica o engenheiro da Prefeitura, Cleber Schonardie.

Para o presidente da comissão, as propostas são importantes alternativas de planejamento, uma vez em o município enfrenta dificuldades financeiras. “São duas melhorias relevantes para a comunidade. No caso da abertura da rua, há anos os moradores pediam que esta questão fosse resolvida. Já a creche vai ajudar a diminuir o déficit das vagas ofertadas”, destaca Gomes. 

Os dois projetos de Lei receberam parecer favorável dos vereadores e devem ser votados durante a sessão ordinária desta semana, que acontece nesta terça-feira, dia 06, às 19 horas. A reunião marca o retorno dos vereadores ao trabalho após o recesso.

Foto: Eduarda Rocha/Assessoria de Comunicação