Câmara aprova Moção de Apoio à greve dos professores

Paralisação dos educadores foi pauta da sessão ordinária
Câmara aprova Moção de Apoio à greve dos professores

Documento será encaminhado do Governo do Estado em apoio aos professores que paralisaram suas atividades na rede estadual de ensino

Os vereadores de Parobé aprovaram por maioria na última terça-feira, dia 19, durante a sessão ordinária, a Moção de Apoio nº 004/2017, em apoio à greve dos professores e funcionários da rede estadual de ensino. A proposta, de autoria do vereador Jair Bagestão (PT), também manifesta apreensão quanto as dificuldades da categoria perante ao parcelamento frequente dos subsídios.

“Como se não bastassem as dificuldades do dia a dia provocadas pelo parcelamento, como o atraso de contas, a contratação de empréstimos, não poder usufruir de lazer nas horas de descanso, o governador, ainda ameaça os servidores com o corte do ponto, fazendo uma pressão moral e psicológica, usando a força policial como repressão a protestos e greve, e instaura um clima de terrorismo, mostrando que o parcelamento está longe de terminar”, enfatizou o proponente.

O texto recebeu voto contrário dos vereadores Eneas Rodrigues (PMDB), Jorge Graminha (PP) e Maria Eliane Nunes (PMDB), sendo aprovado por maioria em Plenário. “De forma alguma eu sou a favor do parcelamento do salário de quem está em sala de aula dedicando sua vida compartilhando conhecimento, mas a greve trata-se de um movimento de cunho político, por isso sou contra”, justificou Rodrigues.

Sem projetos de Lei para a análise, os parlamentares utilizaram o grande expediente para realçar suas solicitações feitas por meio de pedidos de informação e providência. A próxima sessão ordinária acontece na terça-feira, dia 26, às 19 horas, e serpa transmitida Ao Vivo na página da Câmara de Vereadores no Facebook. 

Foto: Eduarda Rocha/Assessoria de Comunicação